DestinosAméricaBrasilDestinos
11 maio 2017

Feriado em Curitiba – Roteiro de 3 dias

Feriado a vista!! Hora de pensar em uma viagem curta para aproveitar estes dias de descanso. No feriado de Páscoa do ano passado fomos a Curitiba e montamos um roteiro compacto de 3 dias. A visita foi uma grata surpresa, Curitiba é uma mistura de cultura, culinária, arquitetura e costumes dos locais e de tantos povos europeus que passaram por lá desde o século XIX. A cidade é linda, organizada, limpa, com muitos parques verdes e opções para conhecer.

Aeroporto x Centro: o aeroporto fica em São José dos Pinhais a 18km do centro de Curitiba, fomos de taxi pagando em torno de R$70,00 – percurso de 40 – 50min; com mais de 2 pessoas vale dividir.

Se você vai sozinho outra boa opção é ir de ônibus executivo com preço mais acessível, em torno de R$15,00 por pessoa, ele sai do Aeroporto até alguns pontos da cidade. Veja a localização do seu hotel e compare a distância das paradas possíveis. Saiba mais no Site Aeroporto Executivo.

Hospedagem em Curitiba: Nos hospedamos no centro, localização excelente próximo a Praça Tiradentes, mas achei perigoso a noite em alguns momentos. Importante ler bem os comentários do site de reserva do hotel para saber mais sobre a opinião de quem ficou efetivamente naquele local.

Sugiro procurar hotéis no Bairro Batel, pois além de bem localizado é charmoso e possui muitas opções a noite de bares e restaurantes.

Frio em Curitiba: Só lembrando que Curitiba tem aquele clima europeu.. rsr se for no inverno prepare-se para dias bem gelados. Até mesmo no verão procure levar um casaquinho, pois as temperaturas mudam rápido.

Compartilho agora meu ROTEIRO de 3 DIAS em CURITIBA:

DIA 1: Conhecendo alguns pontos turísticos

Uma boa opção para conhecer os pontos turísticos de Curitiba é pelo ônibus de dois andares da Linha Turismo, ele sai a cada 30min a partir da Praça Tiradentes e é possível escolher 4 das 23 atrações na cidade, o valor do tíquete estava em R$35,00. Difícil escolher entre as 23, mas mesmo não parando é possível ver do ônibus todas as atrações.

Os que conhecemos:

Jardim Botânico: visita obrigatória, o Jardim botânico é lindo. Menor do que eu imaginava, mas com um jardim na frente muito mais lindo do que eu poderia pensar, adorei conhecer. Tiramos fotos lindas, nos divertimos por todo aquele gramado e flores de cores intensas. A construção é de 1991 e foi inspirada em um palácio de cristal de Londres.

Opera de Arame: teatro construído na cratera de uma pedreira, para chegar é preciso atravessar uma ponte sob o lago artificial. A construção é super moderna e criativa, fiquei com muita vontade de voltar e ver um espetáculo. A entrada é gratuita, não deixe de passar ao lado na pedreira para conhecer onde ocorrem alguns dos grandes shows da cidade.

De lá fomos a pé para o Parque Tangá (1,4km): construido no local onde existiam duas pedreiras, possui dois lagos e um tunel artificial. Lanchamos por ali, a vista é muito bonita, é possível caminhar pela ciclovia e tirar boas fotos.

Santa Felicidade: Ah os imigrantes italianos, como fizeram bem pra gente!! Esse local tem diversas opções de restaurantes e cantinas italianas. Como já tínhamos escolhido nosso restaurante fomos apenas na Adega Durigan provar vinhos e queijos, a variedade é grande!

Pra quem vai ficar mais dias sugiro não fazer pelo ônibus o bairro e sim ir jantar com calma voltando de taxi/uber.

Um pouquinho mais dos pontos turísticos que vimos do ônibus:

Bosque Alemão            –              Museu Oscar Niemeyer             –             Memorial Ucraniano

Informações importantes sobre o Tour de ônibus:

1 – Não opera às segundas-feiras (Exceto no período de férias escolares e em feriados nacionais);
2 – Horário de operação da linha: das 9h às 17h30, a cada 30 minutos – total da volta: 3h;
3 – As cartelas com os tíquetes podem ser adquiridas nos ônibus em qualquer ponto de embarque, ou na URBS – Rodoferroviária – Bloco Central (Av. Pres. Affonso Camargo, 330 – B. Jardim Botânico) de 8h às 14h em dias úteis;
4 – A primeira parada do ônibus é a Praça Tiradentes, mas seu passeio pode começar em qualquer ponto de embarque;
5 – Crianças até 5 anos não pagam a tarifa;

Mais informações no Site do Linha Turismo

Noite: janta no Barolo, restaurante italiano, super bem avaliado no Trip Advisor e comprovado: gostoso, bom atendimento, ambiente top. Amei a massa que escolhi.

Bares e cafés lotam pela Praça Garibaldi e Largo da Ordem, assim como boas opções no Bairro Batel. Confira o Site Curitiba Honesta com dicas de bares e restaurantes.

DIA 2: Passeio de trem até Morretes

A ferrovia foi inaugurada em 1885 e até hoje liga Curitiba a cidade histórica de Morretes. São 70km de muito verde, túneis, pontes e cachoeiras pela Mata Atlântica, cada curva é uma vista diferente e bonita. A ponte mais famosa é a Ponte do Carvalho de 86m de extensão, parece que o trem vai cair de tão próximo ao desfiladeiro.

                   

Fiquei super na duvida para escolher o pacote da viagem, o site é bem confuso. Sugiro comprar em agência o passeio com ida de Van e subida de trem no fim do dia para ver o sol se pôr. O pacote completo possui almoço em Morretes, provamos o famoso barreado (melhor do que o nome sugere). Optamos pela econômica, mas veja no Site da Serra Verde Express as demais opções e a que se adéqua no seu gosto e bolso.

Noite: Hard Rock Café, o único no Brasil. Caro pra caramba, mas lindo, bebidas excelentes e ambiente nem se fala. Chegue cedo, a fila aumenta conforme a hora.

DIA 3 : Feirinha e Descanso!

Fomos no Largo da Ordem, caminhamos pra conhecer tudo, muito colorida com artistas de rua e artesanatos de bom gosto, fizemos algumas compras e depois sentamos tomar uma cerveja artesanal em um dos bares interessantes de lá. Nosso voo era no começo da tarde, então optamos por ver o movimento da cidade nesse largo que é uma graça!

Pra quem vai alongar em Curitiba, não deixe de acessar o  Site de Turismo da Cidade e conferir por categorias todas as atrações da cidade!

O que mais me encantou em Curitiba foram os parques e o ar de interior com toda a estrutura de uma cidade de grande. Em 3 dias é impossível conhecer tudo, certamente voltaremos para curtir um pouco mais essa cidade encantadora..

Conhecer o Brasil é bom demais não é? 🙂

Por Laiza
Gostou? Compartilhe!
Deixe seu comentário!