DestinosAméricaBrasilDestinos
07 mar 2018

Feriado em Morro de São Paulo

Organizando uma viagem pro Carnaval deste ano encontramos uma promoção pra Salvador e em vez de cair no “melhor carnaval do planeta”, como diziam várias imagens no Aeroporto da capital baiana, optamos por um dos melhores destinos do nosso país: Morro de São Paulo.

Linda, badalada, tranquila, fácil, com ou sem crianças, pra todos os gostos… assim se resume Morro!

Mirante da Tirolesa

Morro de São Paulo

De acordo com os sites de pesquisa e relatos dos guias e moradores, há 30 anos atrás a ilha era visitada apenas por hippies e mochileiros, que se atreviam a visitar as praias paradisíacas sem qualquer estrutura na época. Com o tempo as casas dos pescadores se transformaram em pousadas, hotéis, restaurantes e lojas, junto dos turistas vieram os investimentos e melhorias para os moradores que ainda permaneceram lá.

A ilha não tem conexão com o continente, Morro de São Paulo fica a 60km de Salvador, é distrito da cidade de Cairú.

Como chegar em Morro de São Paulo?

A partir de Salvador é preciso definir a forma de chegar em Morro:

  • Transfer de avião: 25min e custo médio de R$500,00
  • Transfer terrestre + barco: 3h a 3h30min e custo médio de R$100,00
  • Catamarã/lancha: 2h a 2h30min (conforme estiver o tempo e o mar) e custo médio de R$100,00

No nosso caso fomos de Catamarã a partir de Salvador, são vários horários disponíveis ao longo do dia até as 14h30.

Todos os barcos partem do Terminal Maritmo de Salvador, muito próximo ao Mercado Modelo e o Elevador Lacerda, o que pra gente foi ótimo, pois ficamos 2h caminhando e turistando.

São 3 empresas que operam neste translado pelo mar e o preço é praticamente o mesmo, conforme abaixo:

Tanto faz se for Lancha ou Catamarã no quesito tempo, a vantagem do Catamarã é o tamanho que faz com que não balance tanto, mas acredite, são mais de 2h de muito balanço.

Dica pra fugir do enjoo: plasil alguns minutos antes de embarcar, sentar em um lugar estratégico (pergunte para os funcionários do barco onde mexe menos) e durante a viagem manter a cabeça pra trás pegando vento. 

Eu comprei o transfer no site http://www.morrodesaopaulocatamara.com/ e negociei por e-mail poucos dias antes da viagem, foi bem tranquilo. Não esqueça de levar o bilhete impresso no dia da viagem.

Catamarã e entrada na Ilha

Chegando em Morro de São Paulo, logo que passa o portal da foto, é cobrado uma “tarifa por uso do patrimônio do arquipélago”, o valor é baixinho, por volta de R$15,00, estudantes e prioridades não pagam ou pagam meia. A fila é assustadora mas vai rapidinho.

Transporte em Morro de São Paulo

Tudo é muito perto e mesmo que você queira um transporte.. não transitam carros por lá, apenas a ambulância, transfers dos hoteis mais afastados e os “uber” de carrinho de mão que passam de um lado pro outro.

Terceira Praia – Ambulância – “Uber” de Morro

Tive uma situação ilária com uma amiga que machucou o joelho e o “uber”, por R$40,00, levou e buscou ela no braço da Segunda Praia até a Toca do Morcego, se você for até lá vai ver que R$40,00 foi de graça.. rsr eles são super gentis e vale a pena a ajuda para malas ou emergências como essa, pois é ladeira e escadaria por todos os lados.

Para contratar os passeios de barco não se preocupe, além da abordagem no porto, na areia, no restaurante, na rua, você também pode conhecer as agências na beira da Terceira Praia e escolher a de sua preferência, pois os preços são tabelados e os barcos muito parecidos. Em grupos maiores eles concedem desconto e ainda é possível levar bebida no barco.

Onde ficar em Morro de São Paulo?

Como sempre, tudo depende do propósito da viagem.

Baladas, muvuca, restaurantes, no meio do centrinho: Primeira, Segunda e Terceira Praia.

Eu gosto sempre de ler os comentários do Booking sobre localização e colocar no MAPS pra ver a distância dos pontos principais que quero conhecer. Aí vejo as fotos do café da manhã… e pronto ?. Ficamos na Pousada Luzena na Segunda Praia, a 10min do centrinho e alguns a mais pro mar, foi muito bom.

No começo achei estranha essa questão de Primeira, Segunda, Terceira, Quarta Praia.. mas é a forma mais simples de entender, considerando que elas estão na ordem.. começando com a Primeira logo que se desce o centrinho, não tem erro.

Tranquilidade, praia deserta, talvez um luxo… Quarta ou Quinta Praia

Dois casais de amigos se instalaram na Quarta Praia, é muito perfil de viagem mesmo.

Eles amaram pela estrutura do Hotel e da Praia que é mais tranquila, mas precisaram enfrentar 20min ou mais toda vez que queriam chegar até o centrinho e nas praias movimentadas.

O que fazer em Morro de São Paulo?

Além de comer muito camarão e beber caipira de frutas típicas do nordeste todos os dias… existem muitas outras coisas bacanas pra fazer nessa ilha.

Passeio de volta na Ilha

De forma resumida, segue o que fiz e mais gostei nestes 4 dias de Morro:

  • Segunda Praia pra curtir o sol e mar;
  • Mirante do Farol e Tirolesa pra curtir a melhor vista da Ilha;
  • Centrinho pra compras e uma boa janta com preço justo;
  • Barraquinhas do centro pra provar os sucos de frutas interessantes;
  • Pôr do Sol na Toca do Morcego e/ou Hotel Portaló pra você se apaixonar e querer voltar;
  • Passeio de volta inteira na Ilha, passando por piscinas naturais e várias praias lindas como a Boipeba (R$130 por pessoa);
  • Pegar um barquinho (R$15,00) ao lado do Porto (onde você embarca/desembarca) e ir até a Praia da Gamboa pra passar o dia e fazer o tratamento gratuito e natural de argila;
  • Conhecer a Igreja Católica logo na entrada da Ilha, pra agradecer a oportunidade de viajar e conhecer este destino lindo.

Vou falar de cada passeio no próximo post! Tenho que fazer valer as mil fotos!! rs 🙂

Onde comer em Morro de São Paulo?

Eu sempre costumo olhar no Trip Advisor as melhores opções, ler os comentários e tentar conciliar o melhor do lugar com o mais típico.

Morro é uma ilha pequena, mas com boa estrutura para o turista, são muitas opções no centrinho da Ilha.

O dia que for ver o pôr do sol na Toca do Morcego, guarde a fome pra jantar lá, pois os pratos são excelentes e o preço justo pra toda a estrutura e visual que ele oferece.

As barraquinhas de acarajé também merecem destaque, mas se nunca comeu, deixe para o final da viagem pra evitar qualquer tipo de reação não esperada do seu corpo..

O que levar?

Pergunta básica, mas que sempre aparece!

Nem mosquito tem nessa ilha de tão maravilhosa!

Levei só coisinhas de praia como biquíni, saídas de banho, cangas, chinelo, vestidinho tranquilo (porque as baladas também são estilo praia), pra chegar no Mirante é uma bela subida.. mas pode ser feita de rasteira ou chinelo sem problemas.

Protetor solar, pós sol, hidratante pro corpo e repelente (vai que..) sempre são necessários.

Visão de cima para a entrada da Ilha


Informações úteis

O comércio em geral aceita cartão, mas é importante levar dinheiro em espécie para os pequenos gastos, pois a ilha só possui caixa eletrônico do BB e Lotérica.

Site para pesquisa: http://morrodesaopaulo.com.br/

Emergência/ambulância: DDD (75)  982299443/ 988151558/ 992071333


Espero que tenha curtido as dicas básicas pra quem vai a Morro de São Paulo!

Se este é seu destino de férias tenha certeza que terá dias lindos pela frente! 🙂


Esse post faz parte de uma blogagem coletiva com os blogs Manu no Mundo e Aninha por aí sobre locais com praias no Brasil.

Clique nos links abaixo para ler os outros posts:

Por Laiza
Gostou? Compartilhe!
3 Comentários
  1. Manu Em 13 mar 2018 - 19h23

    Adorei as suas dicas !! Morro de SP está na minha lista e espero ir breve! Beijos!!!

  2. Anapaula Em 13 mar 2018 - 22h24

    Laiza! Adorei o post e as dicas!
    Eu preciso conhecer esse paraíso chamado Morro de São Paulo ♥
    Parabéns pelo blog, está lindo e com ótimas matérias.
    Beijão!

  3. Avelina e Vivian Em 14 mar 2018 - 13h18

    Ótimas dicas!!! Esse lugar é mesmo incrível!!! Parabéns pela matéria.

Deixe seu comentário!