DestinosAméricaBrasilViagens em Família
15 maio 2017

Final de Semana em Bento Gonçalves/RS com crianças

No meu aniversário ganhei de presente um final de semana em Bento Gonçalves e pra lá fomos nós de carro (eu, marido e as crianças) numa sexta à noite. Bento, como costumamos chamar a cidade de Bento Gonçalves, fica a 109km da capital gaúcha. Grandes vinícolas conhecidas nacionalmente têm sede na cidade, como a Vinícola Aurora, Miolo, Salton e Casa Valduga. Existem também vários produtores de vinho menores, totalizando aproximadamento 80 vinícolas em Bento Gonçalves.

Bento Gonçalves possui diversos hotéis e pousadas, o hotel escolhido foi o Hotel Dall’Onder que fica bem no centro da cidade. A nossa escolha se deu para facilitar o deslocamento para os locais que queríamos conhecer, fazer uma hospedagem central facilitou pois tanto os Caminhos de Pedra quanto o Vale dos Vinhedos ficam em direções distintas. Ficamos na suíte tradicional que é super ampla, conta com uma sala onde foram dispostas duas camas de solteiro, uma mini cozinha e um banheiro. No quarto há tv também e mais um banheiro com banheira de hidromassagem. Achei perfeito para quem tem crianças, muito espaço e a mini cozinha com microondas que é essencial para crianças que tomam mamadeira.

Na primeira noite jantamos no restaurante do hotel que oferece pratos típicos italianos e bons vinhos. As crianças comeram um prato kids bem servido. Nosso roteiro inicial era:

Sábado – Vale dos vinhedos:
Vinícola Miolo,
Vinícola Valduga,
Comprar uns vinhos do Lídio Carraro (que produziu os vinhos oficiais para a Copa e Olimpíadas),
Trem Maria Fumaça e Epopéia Italiana

Domingo – Caminhos de Pedra:
Casa do Tomate,
Casa da Ovelha,
Casa dos Doces Pedrebon
almoçar na Casa Vanni ou Nona Ludia

Só que choveu praticamente o final de semana todo, estava bemmm frio e só quem tem crianças sabe a dor de cabeça que é entrar e sair do carro com chuva. Mas não deixamos de aproveitar o final de semana em Bento Gonçalves, fizemos umas pequenas alterações no roteiro. Tomamos um café da manhã reforçado no hotel no sábado, tudo muito farto e gostoso, tem vários iogurtes e produtos da Casa da Ovelha (as amenities do banheiro também são da mesma marca).

Chegamos na Vinícola Valduga e as visitações são por ordem de chegada, então conseguimos horário apenas para parte da tarde. Para aproveitar o tempo, fomos comprar umas geléias e sucos na Casa da Madeira, que faz parte do grupo Casa Valduga. A loja é uma perdição, várias geléias, sucos, caponatas para serem degustados. Também fomos até a vinícola Lídio Carraro, onde compramos alguns vinhos e espumantes da Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas Rio 2016. O atendimento deles é maravilhoso, as vendedoras ajudam nas escolhas aos mais leigos(como nós) e explicam cada produto.

Voltamos à Casa Valduga para almoçar no restaurante Maria Valduga, comida muito boa, ambiente sofisticado com música tocada no piano. Almoçamos correndo pois a nossa visitação iniciava 13:30h na Casa Valduga. A visita Enoturística custa R$ 40,00 por pessoa, onde está incluso o valor da taça que é recebida para a degustação de vinhos e espumantes, e a vista durou aproximadamente 1:50h. As crianças toleraram super bem a caminhada por dentro dos porões. Gostei muito das degustações, é possível aprender porque cheirar a rolha e porque “balançar” o vinho na taça.

Como a minha pequena ainda fazia soneca à tarde, voltamos ao hotel e os meninos aproveitaram um banho na piscina aquecida. Eles adoraram… os roupões ficam disponíveis no quarto e foi uma opção bacana na tarde chuvosa.

Fizemos o passeio de Maria Fumaça até Carlos Barbosa no último horário, já estava escuro e o passeio ficou tão bacana quanto durante o dia pois víamos as faíscas que saíam do trem. As atrações são realmente dentro dos vagões com apresentações típicas gaúchas e italianas. As crianças gostaram também. À ida até Carlos Barbosa ocorre de Maria Fumaça e o retorno a Bento Gonçalves ocorre de ônibus. O valor do passeio é em torno de R$ 94,00 por pessoa e os ingressos devem ser comprados com alguma antecedência, na semana não foi possível escolher o horário que queríamos. A Epopéia Italiana são apresentações que resgatam a cultura italiana, ela ocorre 30 min antes da partida do trem. Jantamos numa pizzaria próxima ao hotel.

No domingo, mais chuva, então tomamos café da manhã no hotel e fomos para os Caminhos de Pedra, onde ficam várias casas antigas que permitem conhecer um pouco da história local. A ideia é resgatar as origens italianas, do período de quando chegaram ao Brasil. Fomos até a Casa do Tomate, onde é contada a história da região e dos produtos ali vendidos, um resgate da história. É possível degustar diversos produtos feitos com tomate, desde molhos, salgados e até sucos. Paga-se somente um custo de visitação de R$ 5,00 e os produtos que comprar.

Nossa última parada foi na Casa da Ovelha, e foi o lugar que as crianças mais se divertiram. Para visitar o valor foi de R$ 40,00, participamos da alimentação das ovelhas e mamadeiras para os filhotes. É preciso verificar no site ou folder os horários das atividades pois há também o pastoreio com cães entre outras opções. A loja de produtos é bem variada com iogurtes, souvenires, queijos e produtos estéticos.

Nas viagens com crianças pequenas, sempre é preciso saber lidar com algum imprevisto, no nosso caso, a pequena ficou febril e acabamos retornando ao meio dia do domingo. Há muitos outros lugares que ainda gostaria de conhecer em Bento Gonçalves, dois dias foi pouco, ficou aquele gostinho de quero mais. A cidade oferece bons hotéis, alguns bem românticos (que não aceitam crianças) e a gastronomia é bem variada e farta. Super sugiro um final de semana à dois, com amigos ou mesmo com crianças para poder aproveitar a região. Voltaremos!

Por Ana Gabriela
Gostou? Compartilhe!
Deixe seu comentário!